24/01/2019 Undime RN

Todas as notícias Categorias

Undime-RN e Secretaria Estadual de Educação fecham acordo para reajuste do transporte escolar

O presidente da Undime do Rio Grande do Norte esteve reunido com o Secretário de Estado da Educação e da Cultura, o professor Getúlio Marques e a equipe técnica da secretaria, a fim de concluir as negociações para adesão ao Programa Estadual de Transporte Escolar do Rio Grande do Norte – PETERN. A pauta vem sendo discutida desde o governo de transição, em busca de encontrar soluções para a continuidade do programa junto aos municípios potiguares.

Alexandre Soares, presidente da Undime-RN e dirigente municipal de educação na cidade de Monte Alegre, destaca que o diálogo com a Secretaria Estadual tem sido muito importante para consolidação de um regime de colaboração. “Ficamos muito contentes, pelo espaço dado a nossa instituição em estar sendo consultada na construção das políticas públicas e consequentemente na melhoria da educação no estado”, afirma o professor.

Durante a reunião ficou acordado entre as partes que os municípios que aderirem ao PETERN terão o reajuste de 10%, passando a receber por aluno dos atuais R$3,00 para R$3,30. No que se refere aos repasses dos recursos, serão realizados em seis parcelas, ficando definida a prestação de contas a cada dois repasses.

“Acreditamos que a Undime tem muito como colaborar com os trabalhos, essa aproximação nos da à certeza de que precisamos caminhar juntos para que a educação ganhe força. O governo está preocupado desde a pré-escola ao ensino superior. Tanto o PETERN, como outras ações pretendemos pactuar com os municípios”, disse o secretário Getúlio Marques.

O presidente da Undime comemorou o avanço das negociações e reiterou que a instituição permanecerá em permanente conversa em busca de garantir o melhor serviço pra comunidade escolar. Agora, os municípios precisam fazer adesão ao programa através da plataforma do Sigeduc.  

Ensino fundamental - anos iniciais

Ainda na conversa, foi iniciada um diálogo sobre o planejamento estratégico para que os anos iniciais, do 1º ao 5º ano, possam ser de forma gradativa absorvida pelos municípios. “Esse foi um ponto colocado pela Undime em que estaremos ao longo do ano fazendo um trabalho mais aprofundado, estudando as realidades para que os municípios tenham sobre sua tutela os anos iniciais, que hoje pequena parte ainda encontra-se na rede estadual”, explica Alexandre.

Todas as notícias Todas as categorias